Segurança

Apenados brigam durante visita das mães em presídio de Guaporé

Uma confusão entre apenados do Presídio Estadual de Guaporé necessitou da intervenção dos Agentes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), e dos policiais do 4° Pelotão da Brigada Militar (BM). Eles controlaram um princípio de rebelião na tarde deste domingo (12).

De acordo com informações da Brigada Militar a confusão começou por volta das 14h15min com os presos das celas do regime fechado, após um desentendimento. Parte dos presos jogava uma partida de futebol quando, um grupo avançou arremessando pedras contra os outros, que revidaram. Alguns utilizaram banquetas de plástico e colchões para se proteger dos objetos. Ao longo de vários minutos os apenados ficaram se ameaçando, mas não chegaram a entrar em vias de fato.

O Presídio de Guaporé tem 191 presos. São 179 homens e 12 mulheres.

Agentes da Susepe e policias militares, muitos deles de folga e aproveitando as comemorações dos Dias da Mães com a família, foram acionados para controlar a situação. Em questão de minutos após a chegada, tudo estava solucionado e não havia mais nenhum tumulto.

Familiares, amigos e moradores das proximidades vieram para a frente da casa prisional em busca de notícias sobre o tumulto. Por cerca de uma hora aguardaram o posicionamento oficial da direção. O assistente social, Uilton de Cesaro foi designado e informou que um apenado havia ficado ferido.

O rapaz, durante o corre corre e a tentativa de controle, foi atingido por um disparo de bala anti-motim na perna. Ele foi socorrido pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado para o Hospital Manoel Francisco Guerreiro.

Posteriormente, os agentes da Susepe realizaram os procedimentos necessários (colocação dos apenados do pátio para dentro das celas) para que a normalidade fosse restabelecida.

Fonte: Rádio Aurora