Cidade

Voluntários na Romaria: Mãos que se unem para concretizar

A 77ª Romaria de Nossa Senhora de Lourdes é a festa mais tradicional da região, inclusive já é considerada estadual. Todas as noites da no­vena, assim como nos demais horários das mis­sas, há grande participação de público. Porém, para que um evento de tal magnitude aconteça existem muitas mãos que unidas trabalham. A equipe administrativa, festeiros, Freis e pároco reúnem-se desde agosto a fim de organizar todo o evento.

Desde 2016, ano em que foram festeiros, Dulce e Moacir Duz,fazem parte da equipe ad­ministrativa. A devoção à Nossa Senhora de Lourdes é responsável pela força de vontade do casal em realizar esse trabalho voluntário. Mui­tas graças foram alcançadas, e eles pensam que uma maneira de retribuir é trabalhando em prol da comunidade. Todas as pessoas que fazem parte da equipe trabalham voluntariamente, as­sim como os festeiros.

A devoção a Nossa Senhora de Lourdes pelo casal existe há 40 anos, quando eles ainda moravam no interior Fagundes Varela. E desde que se estabeleceram em Veranópolis, as bênçãos da Santa acompanham suas vidas. Moacir passou por muitos problemas de saúde, tem uma doença chamada osteomielite, precisou realizar 30 cirurgias, e atualmente necessita do auxílio de bengalas para se locomover. Ele relatou que durante a novena do ano passado teve diversas complicações, inclusive precisou adaptar seu carro, pois suas pernas não possuem mais forças. Apesar das dificuldades, ultrapassa todas as barreiras para auxiliar a comunidade juntamente com sua esposa. E nesse ano, a filha do casal, Andressa, é festeira, o que dá muito orgulho aos dois.

 

Preparação

As reuniões da equipe, frei e festeiros iniciam em agosto. As pessoas são divididas em setores, a fim de uma melhor organização. Dulce é da organização da cozinha, mas tem quem é responsável pelo bar, churrasqueiras, entre outros.

Juntamente com Moacir, Dulce se responsabiliza por tudo o que envolve a cozinha, desde às compras até a organização das mulheres que auxiliam, que são cerca de 30. Ela define sua tarefa como “um trabalho de grande responsabilidade”.

Porém, segundo o casal, o sucesso da Romaria se deve ao trabalho em equipes e à união que existe entre todos os membros. Pois mesmo que cada um tenha suas responsabilidades, todos se auxiliam, trocam ideias, a fim de chegar ao melhor ponto e realizar uma boa festa. “É um evento muito grande, que além da paróquia, envolve as 42 comunidades do município”, destaca, Dulce.

Há três anos, a Festa de Lourdes faz parte do dia a dia do casal e de toda a equipe adminis­trativa, que sempre busca a superação. “É dia e noite pensando na festa, sempre buscamos fazer o melhor, porém sempre ocorrem alguns erros”, afirma Moacir.

Clique no link abaixo e confira mais imagens.