Consulta Popular prevê investimento de R$ 628 mil para demandas de 32 municípios da Serra

Valor total para o Estado, R$ 20 milhões, será pago em duas parcelas. Uma está condicionada à arrecadação estadual A

Valor total para o Estado, R$ 20 milhões, será pago em duas parcelas. Uma está condicionada à arrecadação estadual

A Consulta Popular do Estado, tradicionalmente realizada em setembro, vai ocorrer entre o final de outubro e o início de novembro devido à pandemia. O trabalho de mobilização já começou e a verba destinada para investimentos na área de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede Serra) é de R$ 628 mil. Para todo o Estado, o valor previsto é de R$ 20 milhões.

Os recursos não serão destinados integralmente em 2021, serão divididos em duas etapas: R$ 10 milhões serão pagos no ano que vem, enquanto o resto ficará para 2022, desde que haja aumento na arrecadação de tributos. O valor poderá ser aplicado apenas em projetos de desenvolvimento produtivo.

O Corede Serra já definiu eixos que serão prioritários: agropecuária, indústria, turismo e meio ambiente. Uma assembleia, em setembro ainda, vai afunilar essas possibilidades para apenas duas propostas que serão levadas à votação popular como prioridades regionais.

A votação na Consulta será exclusivamente online, no site da ação, entre 26 de outubro e 3 de novembro. O Corede Serra envolve 32 municípios da região, incluindo os três maiores: Caxias, Bento e Farroupilha.

Fonte: Pioneiro