Pelo menos 24 municípios gaúchos já vacinam pessoas com menos de 40 anos

A distribuição de novas remessas de Pfizer e Janssen nesta semana para os municípios gaúchos viabilizou o avanço da vacinação contra a covid-19 para

A distribuição de novas remessas de Pfizer e Janssen nesta semana para os municípios gaúchos viabilizou o avanço da vacinação contra a covid-19 para pessoas com menos de 40 anos em diferentes regiões do Estado. A reportagem de GZH apurou que pelo menos 24 cidades já estão imunizando ou passarão a imunizar nesta semana a população com idade entre os 35 e os 39 anos.

Os mais avançados entre os municípios apurados são Bagé, Candiota, Parobé, Três Coroas e Uruguaiana, que estão aplicando as doses na população com 35 anos ou mais. Viamão figura em segundo lugar, e passou nesta terça-feira (6) a imunizar pessoas com 36 anos ou mais. Mas fora da curva está André da Rocha, na Serra, que já vacina as pessoas com 30 anos para cima.

Hoje atendendo os moradores com 35 anos, Três Coroas anunciou que vacinará pessoas com 32 anos ou mais a partir de quinta-feira (8).

— No momento em que vem a vacina, estamos atendendo. Como ainda estamos com 820 doses, acreditamos que até quinta-feira consigamos zerar o estoque, porque preferimos as doses no corpo dos nossos munícipes do que na geladeira — defende o prefeito de Três Coroas, Alcindo de Azevedo.

Além de avançar na faixa etária imunizada, o município do Vale do Paranhana também tem alternado os horários de aplicação das doses, a fim de atender pessoas que trabalhem durante o dia. Na quinta-feira, por exemplo, a vacinação ocorrerá até as 18h30min, no Centro de Cultura.

Em Bagé, o prefeito Divaldo Lara ressalta que este é o município com mais de 100 mil habitantes mais avançado na vacinação. Entre as estratégias da cidade para esse avanço está a priorização por usar as 1,6 mil doses destinadas aos presos na população geral.

— Os apenados não foram vacinados porque não tivemos nenhuma grave contaminação no presídio por covid-19. Nossos agentes de segurança já estão imunizados, e os presos ficarão por último, assim que terminarmos a imunização da população em geral — pontua o prefeito de Bagé.

Horários estendidos para quem trabalha

Assim como Porto Alegre, que anunciou a imunização de pessoas com 37 anos ou mais até sexta-feira (9), outras cidades também avançarão na abrangência da faixa dos 30 anos nesta semana. São Leopoldo, por exemplo, passará dos 38 anos ou mais atendidos atualmente para 35 anos até sexta-feira.

Segundo o prefeito do município do Vale do Sinos, Ary Vanazzi, o não comparecimento de cerca de 30% das pessoas de cada faixa etária convocada para se vacinar, somado à organização da rede municipal de imunização, tem feito com que o calendário avance mais rápido do que o esperado.

— Muita gente não está buscando a vacina, e nós não vamos esperar essas pessoas irem se vacinar. Então, estamos avançando na idade e mantendo a imunização para todos que procuram — relata o prefeito de São Leopoldo.

Outras motivações para a ausência das pessoas, conforme Vanazzi, são a falta de comprovante de residência – necessário para a imunização – entre pessoas que vivem em ocupações e terrenos irregulares no município, bem como a negativa de liberação dos funcionários, por parte de seus empregadores, em horário comercial. Para sanar esses impasses, a prefeitura tem levado unidades móveis para fazer a vacinação em fábricas e comunidades periféricas. Além disso, o horário de vacinação tem sido estendido para até as 20h em alguns dias.

A estratégia de oferecer imunização noturna em algumas datas foi adotada por Uruguaiana. Nesta terça-feira, o horário de aplicação das doses em pessoas com 35 anos ou mais é das 18h às 21h, em dois postos de saúde e em uma escola. Já na quarta-feira (7), a vacinação retorna para o período da manhã em todos os postos de saúde e no interior do município.

Parobé, que também está atendendo a faixa etária de 35 anos ou acima, é mais um município que ampliou o horário da vacinação para viabilizar a imunização de pessoas que trabalham durante o dia. A demanda por aplicar as doses mais tarde tem se acentuado conforme pessoas mais jovens são abrangidas.

— Vacinamos 500 pessoas ontem (segunda-feira), sobraram 500 doses e chegaram mais 1,3 mil. Aí, baixamos para os 35 anos. Ampliamos o horário para até as 19h e estamos atendendo no drive-thru tanto quem chega de carro como quem chega a pé — pontua o prefeito do município, Diego Dal Piva.

Na faixa dos 37 anos ou mais estão municípios como Alvorada, Charqueadas, Erechim e Ijuí. Alvorada adotou o critério de ano de nascimento e imuniza nesta terça-feira até as 21h pessoas nascidas em 1984. Charqueadas ampliou na segunda-feira o grupo de atendidos dos 40 para os 37 anos. Erechim e Ijuí têm previsão de baixar um ano por dia em breve.

Fonte: GZH