Serviços geram polêmica

Confira na matéria, a situação que gerou polêmica entre proprietário de terra e a administração municipal.

Na semana passada, o início da realização de projeto do vereador Aristeu Caron de alargar e asfaltar a antiga Estrada Velha da Vacaria, localizada em Monte Bérico, em frente ao Canil Municipal, causou transtornos.

Segundo o empresário Leonildo Cesca, na segunda-feira, dia 25, as equipes começaram a realizar os trabalhos de limpeza, porém, ninguém foi avisado que o serviço iria começar e nem o que seria feito. Cesca ficou muito descontente ao ver que durante a limpeza foram derrubadas árvores nativas e parte da cerca dos fundos de sua propriedade, que faz divisa com a estrada.

Os operadores disseram a Cesca que estavam apenas cumprindo ordens, sem mais explicações. Então, Leonildo foi em busca de seus direitos, pois achou uma falta de consideração não ter sido comunicado. Entrou em contato com a Patrulha Ambiental da Brigada Militar, que o orientou a registrar boletim de ocorrência da delegacia, pois tratava-se de um caso grave.

O Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Romeo Mattielo Tedesco, afirma que a pavimentação é uma reivindicação de 20 a 30 famílias e que as máquinas da Prefeitura, ao executarem a limpeza e alargamento, acabaram derrubando uma cerca do Cesca e algumas árvores, que, segundo o secretário, possuem licença ambiental: “todas as árvores retiradas para fazer a estrada terão reposição ambiental obrigatória”, explica.

Romeo admite o que aconteceu de errado: “o nosso operador poderia ter ido falar com o Leonildo antes de mexer na cerca. O operador alegou que não a viu e acabou derrubando. Ele cometeu essa falha. Por isso, eu e o vereador Aristeu Caron fomos pessoalmente pedir desculpas para o Leonildo e garantimos que a cerca será refeita”, ressalta.