Geral

Acusados pela morte do irmão em Cotiporã são condenados

Caso Zanelatto teve júri na última quinta-feira.

Após 12 horas de julgamento, o júri popular condenou a 20 anos e 6 meses de prisão, os irmãos André Vicente Zanelatto e Irineu Zanelatto. A condenação foi sentenciada por volta das 21h da noite da última quinta-feira, dia 31 de outubro, no Fórum de Veranópolis.

Os réus foram condenados pela morte brutal de seu irmão, José Zanelatto e pela tentativa de homicídio da esposa da vítima, Janete.

Os réus seguirão cumprindo a pena estipulada no Presídio de Nova Prata em regime fechado, conforme já o faziam desde que foram presos preventivamente.

Com informações da Rádio Studio.

RECORDE O FATO:

José Carlos Zanelatto, 55 anos, foi morto a pauladas na noite de domingo, dia 09 de dezembro, em Cotiporã. O crime ocorreu na Avenida Independência, próximo à entrada da Linha Cascata dos Marins, por volta das 19h. A mulher dele, Janete Maria de Oliveira Zanelatto, 52, também ficou ferida e foi hospitalizada em Veranópolis.

Conforme o delegado Paulo Roberto Rosa da Silva, há dois suspeitos de terem cometido o crime. O assassinato teria sido motivado por uma briga familiar:

— É uma briga que se desenrola há mais de 10 anos por causa de uma herança relacionada a terras. Já temos mais de 25 ocorrências de dano, lesão corporal e ameaça dessa família. Temos também uma prova testemunhal boa e vamos analisar uma câmera que havia na casa do José Carlos — explica o delegado.