Bento-gonçalvense doa economia guardada para as férias para auxiliar o Hospital Tacchini no combate à Covid-19

De acordo com a irmã de Greice, Aline Berton, que atua como enfermeira na UTI do próprio hospital, a ideia surpreendeu toda a família.

Todos os anos, a bento-gonçalvense Greice Berton, 35 anos, guarda em seu cofrinho as economias para gastar durante as férias, mas em 2020 será diferente. Portadora de síndrome de down, ela decidiu abrir mão de tudo que juntou desde janeiro para fazer uma doação ao Hospital Tacchini. E junto com o dinheiro veio também a orientação quanto ao seu destino: “é para combater ao Coronavírus”.

De acordo com a irmã de Greice, Aline Berton, que atua como enfermeira na UTI do próprio hospital, a ideia surpreendeu toda a família. “Ela estava vendo televisão e ficou triste quando viu que as crianças não poderiam ir pra aula em função das restrições relacionadas ao Coronavírus. Aí ela teve a ideia de doar as economias para ajudar as crianças a voltarem logo para a escola”, lembra.

A determinação de Greice foi fundamental para que a doação fosse mesmo concretizada. “De início a família não tinha dado muita credibilidade para a ideia. Pensávamos que ela voltaria atrás. Mas ela continuou insistindo em doar”, conta Aline. “Depois da entrega, ela disse que estava muito feliz por ter ajudado as pessoas doentes e que nossa avó teria muito orgulho dela se ainda estivesse viva”, completa.

Greice entregou a doação nas mãos do superintendente do Tacchini Sistema de Saúde, Hilton Mancio. Como retribuição, ela recebeu um certificado de gratidão do hospital, que prometeu pendurar na parede do quarto, além de alguns brindes. “Essa é, sem dúvida, uma das mais importantes contribuições que o Tacchini já recebeu em seus 95 anos de história, sobretudo em função da pureza do gesto e da lição de amor ao próximo que recebemos hoje”, avalia Mancio.

Fonte: Portal Leouve