Cachorro é resgatado com queimaduras de terceiro grau após ser colocado dentro de churrasqueira acesa, em Cotiporã

A ONG de proteção animal Sem Raça Definida arrecada fundos para o tratamento de mais uma vítima de uma barbárie

A ONG de proteção animal Sem Raça Definida arrecada fundos para o tratamento de mais uma vítima de uma barbárie realizada contra um cachorro na Serra gaúcha. Na segunda-feira passada, dia 11, voluntários socorreram um cão de rua que foi colocado dentro da churrasqueira acesa de uma casa na Rua 25 de Julho, no Loteamento Renovação, em Cotiporã. Segundo relatado à ONG, o animal era cuidado pelos vizinhos, que procuravam os donos desde a sua aparição no bairro.
Na noite de segunda-feira, dia 11,, um morador, incomodado com os latidos do animal, teria acendido a churrasqueira e o colocado em meio às chamas e brasas. O cão foi resgatado após conseguir sair por conta própria do fogo, com diversas queimaduras espalhadas pelo corpo, inclusive uma que o fez perder um dos olhos. De acordo com o comandante do 3º Pelotão Ambiental da Brigada Militar, sargento Vanius Moraes de Souza, o suspeito já foi identificado e a Polícia Civil investiga os fatos. Ele responde em liberdade.
O caso veio à tona após conhecimento da ONG que repercute a ocorrência nas redes sociais e pede justiça ao responsável. Segundo a presidente da entidade, Andressa Bassani, o estado de saúde de Negão, como tem sido chamado o cachorro, é delicado.
— É de alta gravidade, todas as queimaduras são de terceiro grau e como atingiram também a boca, ele precisa ser alimentado e hidratado através de uma seringa —lamentou.
As doações para custear as despesas com o tratamento podem ser feitas através de Pix para a veterinária onde o cachorro está internado. Andressa pede que seja identificada a transferência com o nome de Negão.
Como ajudar:
:: Pix de qualquer valor para o CNPJ 15.429.048-0001/97 (Molly’s Clínica Veterinária)
Fonte: GZH