Homem é condenado a 11 anos por tentar matar a ex-companheira em Bento Gonçalves

Paulo Cesar Côrrea, 47 anos, foi condenado a 11 anos e quatro meses de reclusão por tentar matar a ex-companheira

Paulo Cesar Côrrea, 47 anos, foi condenado a 11 anos e quatro meses de reclusão por tentar matar a ex-companheira em Bento Gonçalves. O crime aconteceu no dia 4 de março de 2019 em frente da empresa em que a mulher trabalhava. Este foi o primeiro júri realizado em Bento Gonçalves após o advento da pandemia de coronavírus.

Conforme a denúncia do Ministério Público, Côrrea esperou a ex-companheira na saída da empresa em que ela trabalhava, no bairro Cidade Alta. Ele pretendia, segundo o MP, retomar o relacionamento. Eles conversaram e, quando a vítima começou a deixar o local, Corrêa a atacou com quatro golpes de faca. As perfurações atingiram um dos seios e o abdômen. A mulher ficou gravemente ferida.

Em depoimento, a vítima relatou que manteve um relacionamento com o réu por um ano. Após o término, 20 dias antes da tentativa de homicídio, a ela foi morar com o pai. Afirmou que já havia sido agredida mais de um vez e ameaçada com faca pelo ex-companheiro. Ela já havia procurado a polícia com medo das atitudes de Côrrea.

O réu foi preso no dia do crime com uma faca e permaneceu recolhido no sistema penitenciário durante todo o processo. No interrogatório judicial, Côrrea admitiu que já havia agredido a vítima e que sempre andava com uma faca. Ele alegou que não lembrava de ter desferidos as facadas na ex.

Fonte: Pioneiro