Veranópolis, Nova Prata e região permanecem na bandeira laranja nesta semana

O governador do Estado, Eduardo Leite, anunciou na tarde desta segunda-feira, 6 de julho, (29) por meio de uma transmissão

O governador do Estado, Eduardo Leite, anunciou na tarde desta segunda-feira, 6 de julho, (29) por meio de uma transmissão ao vivo, que a região de Caxias do Sul, englobando Bento Gonçalves, ficará na bandeira laranja durante a nova rodada do Distanciamento Controlado, ou seja, risco médio para contaminação do coronavírus. 

Com a atualização, os municípios da região permanecem com as restrições mais brandas. Além da Serra, as regiões de Erechim, Passo Fundo e Taquara voltam para a bandeira laranja. Palmeira das Missões e Pelotas ficam na bandeira vermelha.

Conforme o governado do RS, Eduardo Leite, a região Caxias do Sul aumentou a disponibilidade de leitos, mas também a internação de pacientes Covid – de 40 para 59.

Durante sua explanação, Leite disse que a intenção é reduzir o tempo de restrições nas próximas rodadas. “Nos últimos 15 dias, passamos pelo momento mais difícil, mais sensível, pelo aumento constante e persistente de internações em leitos de UTI pelo coronavírus (na Região Metropolitana)”, disse.

No entanto, o governador fez um alerta à população, para manter os cuidados e diminuir o avanço da contaminação pelo vírus. “Vejam que a curva do Rio Grande do Sul é substancialmente melhor do que se apura no Paraná e em Santa Catarina. É uma trajetória exitosa, mas precisa da colaboração de cada gaúcho e cada gaúcha. Nós não podemos relaxar, não podemos baixar a guarda, neste momento em que observamos o aumento de casos em várias regiões”, disse.

Durante o final de semana, o Governo recebeu 37 pedidos de reconsideração, após o anúncio feito na sexta-feira, 4 de julho, que colocou metade do Estado em bandeira vermelha. Com a atualização, em comparação com o mapa preliminar anunciado na sexta-feira, 4 de julho, o número de regiões do Estado com bandeira vermelha cai de 10 para seis. Ainda assim, essas regiões possuem mais da metade da população do Estado.

A Associação dos Municípios da Encosta Superior da Região Nordeste (Amesne) encaminhou no final de semana ao governo do Estado uma documentação solicitando a revisão da bandeira vermelha para a região.