Hospital de Veranópolis deve aderir a financiamento proposto pelo Estado

Desde setembro Estado deve repasses ao Hospital

A Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS) ampliou para 116 o número de hospitais filantrópicos e Santas Casas aptos a aderir à linha de crédito por intermédio do Fundo de Apoio Financeiro e de Recuperação dos Hospitais Privados, sem fins lucrativos e Hospitais Públicos (Funafir). Na Região da Serra, 16 instituições estão aptas a receber o empréstimo.

O valor do financiamento também foi ampliado para R$ 100 milhões, junto ao Banrisul, com prazo de carência de 12 meses. Os juros serão subsidiados pelo Estado. Podem aderir as entidades que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Inicialmente, o empréstimo beneficiava 112 instituições no valor total de R$ 90 milhões.

Ao aderir à linha de crédito, as entidades se comprometem a manter, no mínimo, os serviços prestados ao SUS existentes na data da concessão do financiamento. Após a liberação dos recursos, as instituições terão até 180 dias para prestar contas aos respectivos conselhos municipais de saúde, bem como ao Conselho Diretor do Funafir. O programa está em fase de implantação no Banrisul.

Segundo o diretor do Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi, Rogério Franklin Da Silva, a casa de saúde veranense deve aderir ao financiamento, podendo receber mais de R$ 190 mil. Os recursos vem para auxiliar com as despesas de urgência e emergência, que não estão sendo pagas desde setembro. Ele frisa que em 2018 o hospital sofreu com a situação financeira e que em 2019, a tendência é que possa piorar. Dessa forma, o financiamento auxiliará no pagamento de despesas de custeio.