Mais de 2 mil alunos voltaram às aulas no ensino fundamental em Veranópolis; o ano letivo inicia com novidades nas escolas

Cerca de 2100 alunos retornaram às aulas nessa segunda-feira (21) no Ensino Fundamental em Veranópolis. Os estudantes estão divididos em cinco

Cerca de 2100 alunos retornaram às aulas nessa segunda-feira (21) no Ensino Fundamental em Veranópolis. Os estudantes estão divididos em cinco escolas: Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Felipe dos Santos (360); EMEF Adriano Farina (243); EMEF Senador Alberto Pasqualini (300); EMEF Irmã Joana Aimé (186); EMEF Irmão Jerônimo (543).

Já os 673 alunos da Educação Infantil retornaram ainda no último dia 7. As escolas são: Escola Municipal de educação Infantil (EMEI) Irmã Carmelita (142); EMEI Anita Dall Agnol Amantino (238); EMEI Hilda Hoffmann Peruffo (121); EMEI Irmã Laura (172).

Conforme a secretária de Educação, Izabel Cristina Menin Durli, o tema do ano letivo é “Incorporar as novas tecnologias e fortalecer as relações humanas”. Ela salienta que desde 2020 está sendo trabalhado o cenário pós-pandemia. O pensamento da SMED é de ação na redução de danos do que foi causado com a suspensão do ensino presencial. Então, em 2021 foram trabalhadas as questões diagnósticas. “Cada trimestre aplicávamos para conseguir ter um olhar mais profícuo sobre quais as competências estavam sendo trabalhadas, como é que os alunos estavam evoluindo, enfim, trabalhar em cima de dados. No final do ano, com esses dados, para 2022 se sentiu a necessidade ainda de trabalhar de forma mais voltada para esses alunos com um tempo mais lento na aquisição das competências”, explica. O foco é conseguir uma equidade de acompanhamento, para que esses alunos, dentro do seu tempo, consigam alcançar também aqueles que tem um tempo mais rápido de aprendizagem, respeitando os tempos de cada um.

Na incorporação de tecnologia, foram equipadas todas as salas com telas interativas. “Já vínhamos trabalhando com os estúdios de gravação desde 2020 e em 2021, fizemos a aquisição de todos esses equipamentos que faltavam. Então, hoje temos todas as salas de aula com equipamentos tecnológicos para que a gente consiga usar essa ferramenta como um suporte”, destaca.

Nas relações de aprendizagem, a secretaria busca olhar para os tempos de aprendizagem. Por isso, continuam os reforços de português e matemática extra turno, diariamente. E por fim, vale destacar a restruturação dos espaços escolares, foram vários investimentos. Entre eles a ampliação e reestruturação da EMEF Irmão Jerônimo, com mudança de fachada e pátio. Está sendo ampliada a EMEF Felipe dos Santos, inclusive colocando elevador, ampliando sala de aula, espaço para professores e direção, pátio e pintura.

Outro espaço que vem sendo pensado é o ambiente antigo da EMEF Irmã Joana Aimé. Está sendo trocada a fachada, além de reforma interna. Além disso, neste ano será dada continuidade ou seté mesmo a finalização da parte nova do educandário. E por fim, Izabel adianta que foi encaminhada a licitação para reforma da EMEF Irmão Artur Francisco. “Praticamente todos os educandários estão sofrendo uma reestruturação e ampliação no seu espaço físico. E a questão de investir no pedagógico, temos formações de acompanhamento desde a Educação Infantil. São muitas frentes e pensamentos da educação que estamos implementando para esse ano letivo”, explica.

Os desejos de Izabel são que seja um retorno seguro, tranquilo e de colaboração. “Acredito que as famílias podem ficar tranquilas porque no que depender de nós, nosso espírito de colaboração está sempre aberto, e pensando no melhor para as crianças e alunos, e famílias que procuram o ensino público municipal”, conclui.

fonte: Studio FM