Ministério Público arquiva inquérito da Operação Fango

Operação teria iniciado em abril de 2017

O Ministério Público de Veranópolis entendeu pelo arquivamento do inquérito policial instaurado para apurar supostos crimes descritos no código penal relacionados a Operação FANGO, realizado no dia 03 de abril de 2017, junto a Prefeitura de Veranópolis.

O procedimento foi instaurado a partir de registro de ocorrência denunciando que uma empresa possuía contratos de prestação de serviços de hora de retro escavadeira com o Município de Veranópolis, mas que não havia o enriquecimento ilícito por parte da empresa.

Foram feitas investigações pela Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária de Porto Alegre. Foram cumpridas das 13 Ordens Judiciais, 06 mandatos de busca e apreensão e indisponibilidade de bens dos investigados. A fraude segundo a Policia teria causado um prejuízo de até 250 mil reais do ano de 2014 a 2016.

Segundo o que se apurou nas investigações haveria uma combinação entre Agentes Públicos e Produtores Rurais no acerto de uso e pagamento horas/máquinas aos agricultores para que eles se certificassem a necessidade da utilização do pagamento por mais tempo.

Foram ouvidas várias pessoas e no final das investigações o Ministério Público responsável pelo ingresso da ação judicial entendeu que não há no inquérito provas que verifiquem os crimes.

Com informações da Rádio Veranense.