Luna vence e traz o ouro no Intercâmbio Nacional de Vôlei de Praia para o RS

A atleta volta a disputar o campeonato, agora na categoria sub-21, nesta segunda-feira

Luna Armelin Tedesco, jogadora de vôlei veranense, está participando do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia no Rio de Janeiro, campeonato nacional que encerra dia 24. A atleta representa, junto à sua dupla, Eduarda Dias Machado, o Rio Grande do Sul nas disputas do sub-19 e sub-21. No último dia 12 de julho, a dupla conquistou o primeiro lugar no Torneio Intercâmbio Nacional de Vôlei de Praia, promovido pela ABRATVP.

O campeonato, organizado em etapas, teve uma sistemática bastante complexa. O primeiro passo a ser dado pela dupla ao chegar no hotel foi a realização dos testes de Covid-19, necessária para a organização da tabela de jogos. Caso alguém positivasse, não poderia participar do campeonato. Na mesma noite, os duelos foram divulgados. 

A partir disso, iniciou-se o Torneio Qualifying, oficialmente no dia 08 de agosto. O Qualifyng é como um torneio secundário, para quem ainda não tem pontuações no ranking, que dá acesso ao Torneio Principal. Por sua vez, este último engloba as oito primeiras duplas com melhores pontuações. A dificuldade, mesmo na disputa de acesso, é extrema, porque, caso a dupla perca, a eliminação é imediata. 

Do dia 08 ao dia 10 de julho, a dupla Luna e Duda disputaram dois jogos, que foram suficientes para classificar as atletas à etapa principal. O primeiro jogo foi disputado contra a dupla do Mato Grosso do Sul, gerando os resultados de 21×08 no primeiro set e 21×18 no segundo, vencidos pelas representantes gaúchas. A segunda partida foi contra a equipe do Distrito Federal, obtendo os placares de 21×18 e 21×19.

Com as duas vitórias, a dupla passou para o torneio principal, para disputar a fase de grupos, no sistema de chaves. No grupo, disputavam a classificação as equipes do Rio Grande do Sul, do Paraná e do Rio de Janeiro. Ganhados os dois jogos, o destino da dupla foram as quartas de final, disputadas contra a equipe de Minas Gerais. 

Infelizmente, a dupla gaúcha não conseguiu avançar para as semifinais, encerrando sua participação na primeira fase do campeonato. Mas o caminho ainda não tinha chegado ao fim.

Já no dia 11 de julho, teve início a segunda etapa da disputa do sub-19. Para isso, o ciclo reiniciou: novos testes de covid e nova disputa do Qualifying para conseguir a classificação para o principal. Nessa etapa, Luna e Duda enfrentaram as campeãs da primeira etapa, representantes do Rio de Janeiro, em um jogo difícil que não permitiu a classificação da dupla para a próxima fase. 

“Como o esporte é imprevisível, né? A gente acabou pegando nessa segunda etapa na disputa do Qualifying as campeãs da primeira, e na sequência essas meninas acabaram perdendo para a dupla que a gente ganhou na primeira etapa”, analisa Luna.

A atleta veranense ainda conta que, os técnicos da competição previamente reunidos, decidiram pela realização do Torneio Intercâmbio Nacional de Vôlei de Praia, organizado pela ABRATVP, justamente para dar oportunidades aos talentos que foram eliminados precocemente. As disputas ocorreram na Praia do Flamengo. 

Essa etapa teve 20 duplas disputando, também de todo o Brasil, sendo cinco chaves com quatro duplas cada. Nessa fase, o primeiro de cada chave se classificava direto para as quartas de finais e os segundos disputavam a repescagem. 

“Nós ficamos como melhores da chave. Ganhamos do Paraná, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Nossas quartas foram contra o Mato Grosso do Sul, que ganhamos de 2×0, e nas semi enfrentamos o Pernambuco, com o mesmo placar. Na final, pegamos o Rio de Janeiro, ganhando também de 2×0”, conta. 

A próxima etapa a ser disputada, já na categoria do sub-21, inicia no dia 19, até 21 de julho. Se classificadas para a segunda etapa, as disputas ocorrem de 22 a 24 de julho. Enquanto isso, os treinos não param. “No tempo em que estamos de ‘folga’, esperando a chegada da etapa do sub-21, a gente está se preparando e treinando. Fomos treinar em vários CTs aqui, um na Barra, um no Leblon e outro na Urca”, explica.

Em Veranópolis, a torcida pelo sucesso das representantes é manifestada por todos os amigos e conhecidos de Luna. A tia, Cátia Peruzzo, através de suas redes sociais, escreveu: “Muito orgulho da participação de vocês. O RS muito bem representado. Agora é esperar a etapa sub 21. Continuamos com vocês!!! Parabéns!!!”.

A admiradora do esporte, Rosaria Perrone, também parabenizou o desempenho das atletas no campeonato: “A estas meninas Luna Armelin Tedesco, Eduarda Dias Machado  e Cassiane França que participaram dos torneios nestes últimos dias sub 17 sub 19 e sub 21 desejo tudo de bom. Vi elas em nossos torneios adultos jogando como gente grande e adversária com o dobro ou triplo da idade. E é muito bonito vê- las voando por este nosso mundo do vôlei de praia.”

Luna também agradeceu em suas redes sociais por toda a torcida manifestada: 

“Quero agradecer a todo mundo que não mediu esforços pra que eu pudesse estar aqui, que me ajudou financeiramente e com palavras, vocês são muito importantes pra mim, obrigada!! Um carinho especial a Bruna, Cheyer, Emeline por toda preparação física e treinos técnicos, ao fisioterapeuta Nicholas e também a minha família, dindos, meus pais e também meu namorado e a sua família que sempre me apoiaram e me incentivaram. E obrigada cebola pelas dicas por chamada de vídeo, você é muito especial!”

 

Fotos: Divulgação/Arquivo pessoal