Um ponto na largada

Veranópolis empatou na estreia contra o Avenida que abriu o placar, mas em cobrança de pênalti, Juba empatou a partida.

No último sábado, dia 19, o Veranópolis Esporte Clube estreou no Campeonato Gaúcho 2019, enfrentando o Avenida no Estádio Antônio David Farina. Com bom número de torcedores, foi uma partida marcada por muitas faltas, que terminou em 1 a 1. Com alguns jogadores afastados, Léo Dagostini, Eduardinho, Fabricio Lusa e Iago, o VEC mostrou-se um pouco lento no início da partida.
Sendo assim, o Avenida inaugurou o marcador logo aos 12min, quando, em jogada individual, com chute cruzado, Marcos Paraná colocou a bola no ângulo, Reynaldo não teve chance. O VEC seguiu buscando o empate, e a chance veio aos 41min; na cobrança de pênalti, Juba marcou para o pentacolor, igualando a partida. 
O segundo tempo foi me-lhor para o time da casa. Aos 2min, Juba quase marcou em chute de dentro da área, mas a bola bateu na trave. Aos 4min, Juninho chuta de fora da área e a bola passa perto.  Depois disso, Sananduva fez substituições ofensivas, mas o jogo seguiu sem grandes chances. Apenas aos 30min, em contra-ataque o Avenida trouxe perigo a Reynaldo, que se saiu bem na intervenção e depois dividiu com atacante do Periquito. No final da partida, em jogada enrolada na área após cobrança de escanteio, Jadson acerta o travessão. O jogo terminou em empate, o que resultou no primeiro ponto para o VEC.
Sananduva admitiu que não foi uma grande estreia, porém, afirmou que isso faz parte da competição e que ele espera uma evolução da equipe nas próximas rodadas. Ele avalia a competição de uma forma realista e com foco na próxima partida contra o Novo Hamburgo, “podemos vencer lá” afirma. “Não dá para fazer bicho de sete cabeças. Se a minha equipe não tivesse chutado nenhuma bola no gol do adversário, não tivesse criado, não tivesse girado o jogo, aí eu ficava preocupado, mas nessa situação a gente trabalhou, fez, girou, tentou infiltrar, com uma equipe da frente para trás se defendendo o tempo inteiro. Não é fácil, e agora vamos para o próximo jogo”, destaca.  
Apesar das dificuldades do VEC no meio de campo, Sananduva valorizou a atuação do time, que disputou com um time que joga junto há três anos, foi semifinalista do Gauchão no ano passado e campeão da Copinha no segundo semestre. “O Avenida tem um time extremamente matreiro. É uma equipe muito bem estruturada defensivamente é muito difícil penetrar nas linhas, ter profundidade e ter chances de gol. Mas nós tivemos duas chances claríssimas”, conclui. 
O VEC já tem novo compromisso nesta quarta-feira, dia 23, na segunda rodada da competição, será contra o Novo Hamburgo, no Estádio do Vale, às 20h30min. Depois, tem o Aimoré em casa, no domingo, dia 17, às 19h. Já na quarta-feira, dia 30, o novo compromisso é frente ao Internacional, também no ADF.