Em Caravaggio, Leite volta a falar em privatização da ERS 122 na Serra

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, esteve presente na 140ª Romaria a Nossa Senhora de Caravaggio, em

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, esteve presente na 140ª Romaria a Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha, na manhã deste domingo (26). Ele chegou por volta de 10h, de helicóptero, vindo de Canela, e pousou em um campo de futebol nas proximidades do Santuário. Cercado de apoiadores, ele caminhou até a esplanada onde participou da missa campal presidida pelo Bispo emérito Dom Alessandro Ruffinoni, ao lado da deputada estadual Francis Somensi e do prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves.

Após a missa, em uma rápida entrevista coletiva, o governador voltou a afirmar a necessidade de que as estradas estaduais da Serra Gaúcha sejam privatizadas. Ele voltou a justificar a falta de manutenção das estradas pela falta de pagamento da empresa fornecedora de material asfáltico.

“Estamos ajustando com a secretária da Fazenda e com a de Transportes, os recursos que serão disponibilizados para infraestrutura, para que possamos fazer ações emergenciais de tapa buracos nas estradas que precisam e a solução definitiva virá com a concessão ao setor privado da ERS-122. Entendemos que essa estrada precisa estar com a iniciativa privada, que ela tem dinâmica econômica na região que sustenta o investimento privado para que possamos ter esse investimento em semelhança ao que vamos fazer com a ERS-324 e a RSC-287, em que as licitações já devem ser feitas nos próximos meses, em que o investimento será não só na conservação, mas também em duplicações” disse.

Já com relação a falta de professores na rede estadual de ensino, problema que afeta gravemente a região desde o começo do ano letivo, Leite ressaltou que o Estado tem buscado o remanejo de professores que estão em outras funções como secretarias e bibliotecas para as salas de aula. Ele também alegou que a secretaria de Educação realiza um mapeamento das faltas de professores para que a situação seja resolvida através de contratações emergenciais.

O governador ainda atendeu a alguns eleitores, fez fotos com que solicitou e retornou a Porto Alegre no final da manhã.

Fonte: Portal Leouve