Entrevista com o candidato a prefeito de Vila Flores Clésio Grandi

Desde a última quarta-feira (21), O Estafeta está publicando série de entrevistas com os candidatos a Prefeito dos municípios da região,

Desde a última quarta-feira (21), O Estafeta está publicando série de entrevistas com os candidatos a Prefeito dos municípios da região, seguindo critério de ordem alfabética dos candidatos, sendo dois por edição. A seguir, você confere a entrevista completa com o candidato Clésio Grandi, do município de Vila Flores.
 

Sou Clésio Grandi, 55 anos, filho de Maria Vivan Grandi e Francisco Grandi, nasci em uma família muito humilde, juntamente com meus nove irmãos. Desde muito jovem trabalhei para ajudar no sustento familiar. Sempre fui muito presente na comunidade de São Lourenço e na comunidade vilaflorense. Fui eleito vereador na legislatura 2005 a 2008. Nos anos de 2009 a 2013 fui vice-prefeito, onde nunca me faltou força de vontade e dedicação para servir a todos. Hoje, casado com Maria Isabel Grandi, tenho duas filhas Tatiane e Catiane, que sempre me apoiam e incentivam, inclusive na decisão de ser candidato a prefeito.

Defina Politica em uma palavra

Responsabilidade

O que significa democracia para o senhor?

É governar para o povo, dando a chance de que cada cidadão tenha o direito de escolher seus representantes. As opiniões podem não ser as mesmas, mas é preciso respeito.

Porque você quer ser prefeito do seu município?

Quero ser prefeito de Vila Flores para contribuir com esta terra tão especial e que amo. Sou grato a Vila Flores por todas as oportunidades que me deu e por ser o local onde construí minha família. Quero retribuir trabalhando forte para fazer este município ainda melhor, valorizando os cidadãos e ressaltando todo potencial que o município tem para crescer e evoluir. Já tive a oportunidade de ser vereador e vice-prefeito. Agora, sei que tenho competência para desempenhar a função de prefeito e, junto com meu vice Doacir, trabalhar, ouvir as demandas da comunidade e fazer Vila Flores crescer.

No seu ponto de vista, qual é a principal prioridade do município e como atender essa demanda?

A prioridade é a qualidade de vida dos munícipes. Para isso, várias ações estão envolvidas, entre elas os serviços de saúde; educação; incentivos à agricultura, indústria e comércio para novas oportunidades e desenvolvimento; incremento ao setor turístico, atraindo mais visitantes e movimentando a economia local; até as obras, manutenção das vias, iluminação pública e segurança. Queremos que os setores trabalhem de forma conjunta, contribuindo para que o resultado seja o melhor possível.

Muitas entidades precisam de auxilio do município para se manterem. Como você pretende atuar nisso?

Acreditamos que as entidades desempenham funções importantes, colaborando com o município. Com isso, vamos seguir dando todo o apoio necessário que estiver ao alcance da Administração Municipal.

Como o senhor irá montar a equipe de tyrabalho de sua gestão? Afinal, ela toda a diferença na execução de seus projetos. Se você é candidato a reeleição, manterá as mesmas pessoas?

Queremos manter a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos, sempre analisando cada situação, contando com a colaboração dos servidores e valorizando cada profissional e sua atividade.  Para isso, a nossa equipe de trabalho será formada por pessoas que tenham conhecimento técnico em cada área. Sabemos das responsabilidades que cada pasta possui e nossa ideia é realizar um trabalho ágil e qualificado, que irá refletir de forma positiva nas conquista do município e na vida da população.

Todos esperamos pelo pós-pandemia e na recuperação de nossos municípios. Quais serão suas primeiras ações após assumir, para planejar a retomada de nossas atividades e da economia?

A pandemia afetou a vida de todos, de diferentes formas. Acredito que os próximos anos serão de grandes desafios, mas queremos contribuir para a recuperação das atividades em nosso município. Buscaremos fazer tudo seguindo as medidas orientadas pelos órgãos de saúde, prezando pela vida, que é o maior tesouro. Iremos incentivar e apoiar as indústrias, o comércio local, bares, restaurantes e prestadores de serviços, bem como a agricultura. É preciso que tenham alternativas para os empreendimentos locais voltarem a crescer. Atrair visitantes, através do turismo, também é um dos objetivos que trazem benefício a vários ramos de atividade em Vila Flores.

Como você avalia a abtenção de empréstimos/financiamentos por parte do Poder Público?

O município de Vila Flores vem trabalhando sem financiamentos e empréstimos nos últimos anos. Iremos continuar assim. Vamos em busca de recursos, convênios e emendas junto aos governos Federal e Estadual para a realização das obras, programas e demais ações. Além disso, manteremos uma gestão administrativa racionalizando despesas e aplicando os recursos de forma consciente e planejada.

Uma das demandas de Vila Flores é a pavimentação entre o município com Antônio Prado. Qual é a sua opinião sobre o tema?

A pavimentação da ERS 437 é uma luta que o município vem travando a tempos. Como a rodovia é de responsabilidade Estadual, muitas vezes a burocracia acaba deixando qualquer ação no local em processo lento. Porém, já está sendo realizada, em parceria com os moradores locais, e a um preço justo a pavimentação basáltica da estrada, já tendo boa parte beneficiada. Iremos continuar batalhando junto ao Daer , para que seja dada mais atenção, mas, independente disso, seguiremos trabalhando para as melhorias no local, dentro do que o município pode executar.

Que projetos  você tem para impulsionar a  agricultura em nosso município?

A agricultura é muito importante para Vila Flores e estamos atentos as suas necessidades. Em conversas que tivemos com produtores, uma das demandas que percebemos são em relação à disponibilidade de mais maquinário para o setor. Por isso, vamos manter e ampliar os incentivos de serviços de máquinas aos agricultores, além de adquirir novas máquinas e equipamentos para otimizar o atendimento. Também seguiremos realizando o Seminário do Empreendedor Rural, oportunizando troca de ideias, capacitações e incentivando a sucessão rural. Ainda, Manter os programas Sistema de Inspeção Municipal (SIM) e o SUSAF, que é o Sistema Unificado Estadual de Sanidade, o qual permite a comercialização de produtos em todo o Estado.

Espaço para deixar as suas considerações finais

Serei o prefeito que estará à disposição em todas as áreas, na saúde, educação, agricultura, esportes, turismo, segurança, obras e a todos que solicitarem ajuda. Por isso, meu amigo, você conhece como fui ontem, como sou hoje e da mesma forma serei amanhã. Eu, juntamente com o vice-prefeito Doacir, preciso do teu apoio. Dê um voto de amizade e confiança e eu retribuirei com muito trabalho e honestidade por Vila Flores cada vez melhor. Então, vote Clésio e Doacir, 25!