Eventos esportivos e culturais são impactados pelo distanciamento social em Vila Flores

O calendário de atividades esportivas e culturais de Vila Flores tem uma programação intensa e diversificada durante todo o ano.

O calendário de atividades esportivas e culturais de Vila Flores tem uma programação intensa e diversificada durante todo o ano. Competições das mais variadas modalidades atraem público local e estadual para o município. Porém, esta área acabou sendo uma das que mais sentiu o impacto da pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19), o qual gerou a necessidade do distanciamento social. Seguindo a série de matérias sobre o tema, a Administração Municipal verificou como as entidades estão lidando com essa situação.

A Coordenação Municipal de Esportes, ligada à Secretaria de Educação e Cultura de Vila Flores e ao Cras, organiza diversas competições, envolvendo modalidades como vôlei de quadra e de areia, bocha, bisca, futebol sete, futebol de campo, futsal, rústica, entre outras, bem como o desenvolvimento do Projeto Jogando para o Futuro. Conduzido por Dinei Pereira e Rafael Ferrazzo, o trabalho do setor esportivo visa o incentivo à prática de atividade física e o lazer. Também são apoiados pelo Poder Público os demais eventos realizados pelas entidades.

A Associação Vilaflorense de Desporto Amador (Avida) é parceira nas ações. No momento, em virtude da paralização dos campeonatos, está com as atividades suspensas e aguardando para composição de nova diretoria. Dinei é ex-presidente da associação, tendo estado a frente da entidade nos últimos dois anos. “É triste saber que não podemos realizar os eventos esportivos que sempre organizamos com prazer e alegria. É gratificante ver nos olhos dos atletas a satisfação ao participarem das competições”, descreve Dinei e completa, “nosso desejo é que essa situação passe e que possamos voltar a proporcionar lazer e entretenimento a toda sociedade”.

Para o presidente do Grupo Metralhas Trilheiros, Micael Pagnoncelli, a prioridade tem sido preservar a saúde dos integrantes e familiares. “Infelizmente o impacto [da pandemia] foi grande, não somente para nós e para nosso esporte. Vimos situações inimagináveis, como cancelamento de corridas da Fórmula 1, de MotoGP, Olimpíadas adiadas. Devemos seguir as orientações dos governantes e profissionais da saúde, afinal a saúde é nosso bem mais precioso”, avalia. O 6° Passeio Metralhas Trilheiros, com moto, quadriciclo e UTV, iria ocorrer nos dias 13 e 14 de junho, porém foi cancelado. “Estamos convictos que logo vai passar essa pandemia e, se Deus quiser, em 2021 faremos o 6° passeio, um dos maiores e melhores eventos de trilha do RS. Reservem estas datas: 12 e 13 de junho de 2021. Vila Flores vai tremer”, frisa Pagnoncelli.

O Grupo Renegados Off-Road estava organizando a etapa do Extreme RS que, pelo quarto ano consecutivo, seria sediada no município. O evento estava marcado para setembro, porém, segundo o presidente da entidade, Frederico Simonetto, não há previsão para ocorrer. Além disso, em novembro, o grupo realizaria a sua quinta trilha em Vila Flores. “Até o momento, as atividades que estariam acontecendo estão canceladas, por isso não temos certeza se iremos conseguir realizar nossos eventos neste ano ou não”, comenta. Cada ação envolve a preparação da trilha e local para recepção dos participantes. “Há uma grande incerteza, pois precisamos de um tempo para organizar os eventos, vários serviços conjuntos com todos os sócios. Esperamos que tudo volte ao normal para podermos representar nossa entidade e nosso município”, ressalta Simonetto.

A 6ª edição do Rodeio Estadual de Vila Flores, tradicionalmente, seria realizada em novembro. De acordo com o vice-patrão do CTG Querência das Flores, Igor Teixeira, este ano a data não está definida, tendo em vista que não se sabe como estará a situação nos próximos meses. “Provavelmente ocorrerá após as eleições, ainda em 2020, ou apenas em 2021, pois exige uma preparação de no mínimo 90 dias”, explica. Semana Farroupilha, jantares, torneio de inverno (que seria em junho), entre outras promoções ligadas ao CTG foram canceladas neste ano. “A entidade está estagnada assim como diversas áreas da cultura e lazer, não é possível promover absolutamente nada”, destaca Teixeira.

Fonte: Prefeitura de Vila Flores