Candidata a Soberana da Festa da Uva residiu em Veranópolis

A médica veterinária, Thaís Marcon, é uma das 12 candidatas a uma vaga no trio de soberanas da Festa Nacional

A médica veterinária, Thaís Marcon, é uma das 12 candidatas a uma vaga no trio de soberanas da Festa Nacional da Uva 2022, em Caxias do Sul. O concurso ocorre na quinta-feira, dia 22. A jovem caxiense, porém, morou parte de sua vida em Veranópolis. “Meus pais foram para Veranópolis em busca de oportunidade de trabalho. Chegamos na cidade em 1998 e retornamos para Caxias em 2011, também por questões de trabalho e para eu estar mais próxima de poder ser médica veterinária”, conta Thaís, que se formou pela Universidade de Caxias do Sul, em 2019. Antes disso, ela fez um curso de tosadora profissional, no ramo de estética animal, e logo em seguida ingressou na universidade de medicina veterinária.

Os 13 anos que morou na Terra da Longevidade deixaram muitas lembranças e amizades, já que foi onde ela viveu fases importantes da vida, dos oito aos 21 anos. “Foi muito difícil eu voltar para Caxias do Sul, porque tinha muitos amigos. Até hoje temos laços muito fortes e somos muito ligados. Mas, aqui em Caxias, estávamos próximos da minha avó paterna”, descreve Thaís.

Para a médica veterinária, concorrer a soberana da Festa da Uva é uma realização. “Participar sempre foi um sonho. Meus pais, mesmo indo morar no interior, sempre me levaram nas edições da Festa. Quando retornamos para Caxias, foi muito presente na nossa vida estarmos nas torcidas e eventos da Festa da Uva”, destaca. Ingressar no concurso, porém, não foi fácil. “Enviei em torno de 60 e-mails para empresas da região buscando patrocínio. Todo mundo me retornava que não podiam participar da festa naquele momento, pois já estavam em crise, antes de chegar a pandemia”, relata.

Mesmo com as dificuldades, ela não desistiu. “Numa consulta, informalmente, comentei com um cliente que eu gostaria muito de participar da Festa da Uva e não estava sendo fácil conquistar um patrocinador. Essa pessoa disse que iria me patrocinar”, lembra Thaís. Foi assim que a chamaram para conversar na Rede de Postos Gambino e nasceu a parceria. “Foi um momento muito incrível e surpreendente. Então eu comecei o pré-concurso”, destaca com alegria.

Para ela, o apoio da família sempre foi importante em cada etapa da vida e teve papel fundamental na iniciativa para a inscrição. “Meus pais sempre me incentivaram desde muito jovem a participar dos eventos que eram realizados pela escola. Estudei, em Veranópolis, no Colégio Estadual São Luiz Gonzaga e participei de muitos eventos, gincanas, do concurso Gata São Luiz, como baliza da Banda Marcial desfilava nos eventos de 7 de setembro. Por meio do caminho percorrido, com muito carinho e dedicação, meus pais me ensinaram a dar valor e dar o melhor nestes momentos, cresci e desenvolvi a vontade de fazer parte da Festa da Uva”, recorda.

O pré-concurso iniciou em março de 2020 e as candidatas tiveram encontros presenciais. Em seguida, com a pandemia da Covid-19, ações presenciais foram suspensas. “A comissão nos deu a oportunidade de encontros online, colocando uma agenda ampla, com direito a aprendizados de degustação de vinhos, atividades culinárias, até mesmo conhecer Caxias e região pela tela do computador”, explica Thaís. Respeitando todos os cuidados, a equipe da festa oportunizou alguns encontros presenciais, para conviverem um tempo juntas e poder criar um vínculo. “Foram momentos únicos e bem agradáveis”, salienta a candidata.

A escolha das soberanas foi marcada para o dia 26 de junho, no UCS Teatro, e até chegou a iniciar. “Infelizmente, no dia da escolha, nós levamos um susto com o falecimento da mãe da Bruna [Mallmann], a dona Lourdes, que acabou abalando muito e intensamente nós 12 e todo mundo que estava no evento. Não tínhamos como continuar com a cerimônia”, relembra Thaís. Na ocasião o evento foi cancelado. A nova data foi divulgada na semana passada.
O concurso de escolha no UCS Teatro seguirá os mesmos protocolos de saúde antes anunciados, com público limitado aos familiares das 12 candidatas, patrocinadores, Comissão Comunitária, equipe técnica e imprensa, somando 180 pessoas – a capacidade do local é de 761 pessoas. O concurso será transmitido ao vivo, de forma gratuita, nas redes sociais e site da BitcomTV.

As torcidas, que lotavam os pavilhões da Festa da Uva em edições anteriores, pela primeira vez na história, não irão ocorrer. As ações serão via redes sociais. “A torcida não poderá ser presencial, então estamos buscando que as pessoas postem fotos conosco, utilizem a hashtag #torcidadathais e até no dia do evento façam foto assistindo e postem no Instagram”, explica a candidata, acrescentando que podem marcar os perfis @thai.marcon e @festadauva, que a festa pode repostar as fotos. No Facebook tem três temas da torcida da Thaís que as pessoas podem escolher para colocar na foto do perfil, reforçando o apoio. Essas são as maneiras da torcida poder manifestar o carinho com as candidatas.

Thaís já recebeu o título de embaixatriz da festa, confirmando que integra a equipe que irá participar das atividades, independente do resultado do concurso. “Somos embaixatrizes da Festa Nacional da Uva e com todos os obstáculos vamos fazer essa linda festa acontecer, com muito carinho e dedicação de todos”, finaliza.

Festa Nacional da Uva

Uma das maiores festas do Brasil, iniciou sua trajetória em 1961. Atrai milhares de pessoas e é um incentivo para a economia de Caxias do Sul e da região. Integra, inclusive, a história da comunicação do país, pois a edição de 1972 foi a primeira transmissão ao vivo a cores da televisão brasileira. A 33ª Festa Nacional da Uva ocorre de 18 de fevereiro a 6 de março de 2022.

Para assistir a escolha

A transmissão ao vivo da Escolha da Rainha e Princesas poderá ser assistida gratuitamente pelo site e redes sociais da Bitcom TV ou Bitcom App, disponível para Android e IOS. A escolha ocorre na quinta-feira, dia 22, às 20h15min.

Cancelamento da primeira data da escolha 

No dia 26 de junho, o concurso foi cancelado devido ao falecimento da mãe da candidata Bruna Mallmann, Maria de Lourdes Mallmann, 63 anos, que sofreu um mal súbito durante o desfile das candidatas. Ela passou mal após o desfile da filha, sendo atendida no local pela equipe de resgate. Em seguida, foi encaminhada ao hospital, mas não resistiu. O evento estava sendo transmitido ao vivo e precisou ser interrompido. Com isso, a decisão de cancelar foi unanime e a nova data foi divulgada no terça-feira, dia 13 de julho, pelo Conselho da Comissão Comunitária e pela presidente da Festa, Sandra Mioranzza Randon.

Reportagem: Francine Ghiggi