Escola Adriano Farina vence o Projeto Foquinhas

Em segundo lugar ficou a Escola Senador

Seis escolas municipais e uma estadual de Veranópolis participaram da primeira edição do Projeto Foquinhas. A iniciativa do Jornal O Estafeta e da Secretaria Municipal de Educação, com apoio da Prefeitura e da Câmara de Vereadores fez com que diversas atividades multidisciplinares fossem desenvolvidas durante os últimos quatro meses, integrando as turmas de nonos anos da rede pública de ensino.
    Tudo começou com um bate papo entre os repórteres do jornal com os estudantes. Dentre os temas tratados estiveram o fazer jornalístico, a importância da checagem das informações, o combate as Fake News, a formação de novas lideranças, a valorização da escola, do bairro e da cidade e o incentivo a descoberta de novos talentos nas mais diversas áreas.
    Num segundo momento, os professores debateram as estratégias e trabalhos a serem abordados. Depois, os estudantes visitaram a redação do jornal para troca de informações com os profissionais. Retornando as escolas, criaram conteúdos de seus interesses a serem publicados no jornal da escola. Para finalizar o material, retornaram para a redação para a diagramação do conteúdo pesquisado.
    Com o material em mãos, uma comissão avaliadora formada por repórteres do jornal, coordenadores da Secretaria de Educação, o publicitário Rodrigo Pelliccioli e a professora e pesquisadora da Universidade de Caxias do Sul e doutora em Comunicação, Marlene Branca Solio fizeram a escolha do melhor exemplar que circula encartado nesta semana no Jornal O Estafeta.
    A escola vencedora foi a Adriano Farina, que criou o jornal 9º Ano Notícias. Em segundo lugar, ficou a Escola Senador Alberto Pasqualini, com o jornal Senador News. As duas turmas ganharão d’O Estafeta, passaportes para o Acqualokos e da prefeitura, o primeiro ganhará a as despesas com a viagem. Já todas as escolas ganharão seu exemplar de jornal impresso para distribuição entre os colegas.
A emoção tomou conta dos alunos ao saberem do resultado. Ainda na sala de aula, a turma pulou de alegria e agradeceu a iniciativa pela possibilidade de colocar em prática o aprendizado obtido ao longo dos anos. 
Para a pedagoga Wanessa Monteiro, o resultado maior foi o aprendizado, o conhecimento e a pesquisa desenvolvidos pelos estudantes.
A diretora Nadia Baratieri festejou com os alunos a conquista. “A emoção é grande. Foi um trabalho intenso desenvolvido em conjunto. O orgulho destes alunos é muito grande. É um troféu para todos nós”, finalizou.
A entrega da premiação será na noite desta quarta-feira, dia 09, na Soal.