Sobrevivente da tragédia na Boate Kiss morre afogado

O corpo de Édison Piccin, 29 anos, foi  encontrado nesta segunda-feira  de manhã nas águas do rio Jacui, na divisa

O corpo de Édison Piccin, 29 anos, foi  encontrado nesta segunda-feira  de manhã nas águas do rio Jacui, na divisa entre os municípios de Pinhal Grande e Dona Francisca. Edison desapareceu nas águas quando estava com a namorada em um caiaque. Ténico em Agronomia, ele era um dos sobreviventes da tragédia da Boate Kiss, quando morreram 242 pessoas no dia 27 de janeiro de 2013. A vitima, a namorada e os amigos estavam acampados em um camping.

Foto: Reprodução/Facebook

Segundo populares, eles brincavam no rio neste domingo quando Édison caiu nas águas e não retornou a superfície. Mergulhadores do Corpo de Bombeiros fizeram buscas no local até ao anoitecer de domingo. Nesta segunda-feira, populares encontraram o corpo próximo do local onde Edson estava com a namorada e os amigos.

Relembre o caso

A tragédia da Boate Kiss ocorreu na madrugada de 27 de janeiro de 2013, em Santa Maria. Por volta das 2h30min, um integrante da banda Gurizada Fandangueira acendeu um sinalizador dentro da casa noturna, provocando um incêndio na espuma que fazia o isolamento acústico da boate. 

A fumaça tóxica liberada foi a causa da morte da maior parte dos 242 jovens, a maioria universitários, na casa noturna localizada na rua dos Andradas, no centro da cidade. Mais de 600 pessoas também ficaram feridas.

Fonte: Correio do Povo