Conclusão da 448 entre Antônio Prado e Nova Roma do Sul só depende do Daer

Prestes a vencer o contrato de conclusão da ERS 448, ligação entre Antônio Prado e Nova Roma do Sul, a

Prestes a vencer o contrato de conclusão da ERS 448, ligação entre Antônio Prado e Nova Roma do Sul, a obra segue em ritmo lento e corre o risco de não ser concluída.

Com parte da sub-base quase concluída, a primeira que foi feita já esta no limite de sua resistência. Caso não seja feito revestimento asfáltico nos próximos meses, será necessário refazer o trabalho.

De acordo com o engenheiro Rafael, da Mat Construtora, a empresa pretende finalizar a sub-base até julho. Rafael diz ser difícil precisar o tempo de resistência da sub-base, visto que depende do tempo e do fluxo de veículos, mas se houver deterioração, serão realizados reparos, garante.

Segundo o engenheiro, existe uma mobilização no Daer para destinar recursos visando a conclusão da obra, mas sem previsão para isso ocorrer.

No trecho de cerca de 800 metros, que inicia no entroncamento da estrada de Santo Isidoro até o acesso a estrada de Santa Libera, logo a baixo do capitel de Santo Antônio, nada foi feito por não estar liberado ainda.

Após a liberação da massa asfáltica, por parte do Daer, serão necessários dois meses para colocação da base e conclusão da primeira parte, até o acesso a Santana.

Quanto ao vencimento do contrato, em outubro, Rafael não vê problemas, pois será feito um aditivo de prazo, já que o atraso não foi culpa da empresa e sim pela falta de liberação de verbas.

Fonte: Grupo Solaris – Repórter Ronei Marcílio