Entrevista com o candidato a prefeito de Nova Prata Vitor Antônio Pletsch

Desde o dia 21 de outubro, O Estafeta está publicando série de entrevistas com os candidatos a Prefeito dos municípios da

Desde o dia 21 de outubro, O Estafeta está publicando série de entrevistas com os candidatos a Prefeito dos municípios da região, seguindo critério de ordem alfabética dos candidatos, sendo dois por edição. A seguir, você confere a entrevista completa com o candidato Vitor Antônio Pletsch, do município de Nova Prata.
 

Vitor Antônio Pletsch nasceu em Nova Prata. Desde muito jovem despontava na comunidade pratense como uma liderança nata, atuando e presidindo várias entidades. Presidiu a Associação União Acadêmica e foi o responsável pela construção de um dos primeiros ginásios poliesportivos do RS. Pessoa simples, é considerado “o prefeito do povo!” Carlos Alberto Zancan (Caco) é natural de Nova Prata. Acadêmico do curso Gestão Pública, Caco Zancan sempre teve sua vida voltada à comunidade pratense. Nos últimos 60 anos, foi o único político eleito no município a doar 100% de seu salário de vereador. É fundador e diretor do Jornal Popular há 31 anos.

Defina política em uma palavra.

Vocação

O que significa democracia para o senhor?

DEMOCRACIA é um estado de direito, onde as pessoas têm o livre arbítrio de escolherem quem elas quiserem para lhes comandar nas mais diferentes esferas da sociedade, quer sejam em âmbito municipal, estadual ou federal. A Democracia somente é possível quando os poderes constituídos e a sociedade civil andam de forma harmônica, embora independentes.

Porque você quer ser prefeito do seu município?

Ser Prefeito de Nova Prata para mim é antes de mais nada, um orgulho. Digo isso não por vaidade pessoal, afinal de contas, já fui vice-prefeito, e prefeito em quatro oportunidades, totalizando 24 anos à frente dos destinos desta terra que amo tanto. Esse tempo todo me deu muita experiência e tenho a certeza que juntamente com o meu candidato a vice-prefeito, Caco Zancan, estamos unindo forças (Experiência e Dinamismo) para vencermos o “novo tempo”. O próximo ano será de muitas dificuldades aos gestores públicos devido à pandemia do novo coronavírus e nós, o Caco e eu, mais a nossa equipe, pretendemos fazer um trabalho eficiente, inovador e com gestão aberta, numa soma de ideias colhidas na comunidade e que fomentaram nosso Plano de Governo.

No seu ponto de vista, qual é a principal prioridade do município e como atender essa demanda?

As prioridades são muitas que fica até difícil de citá-las. Objetivando a qualidade de vida da comunidade pratense, elencamos como prioridade AS PESSOAS. Para tanto, pretendemos viabilizar uma grande área industrial, para a geração de emprego e renda, dando dignidade a todos que aqui residem ou aqui chegam; queremos construir um Loteamento Popular, com unidades habitacionais para aquelas pessoas que vivem sofrendo com o pagamento mensal, quando conseguem, do respectivo aluguel; queremos melhorar significativamente o atendimento em várias áreas, com ênfase principalmente na SAÚDE, e na EDUCAÇÃO, com a instalação de uma Escola Cívico-Militar.

Muitas entidades precisam de auxílio do município para se manter. Como você pretende atuar nisso?
Feliz de um prefeito que tem em sua comunidade entidades fortes, clubes de serviços, associações as mais variadas. Conhecemos todas elas e temos ciência do potencial de cada uma. Sabemos qual entidade e qual a atividade necessita de apoio, e não hesitaremos em auxiliá-las, independentemente da área de atuação: cultural, esportiva, assistencial, saúde, educacional, etc.

Como o senhor irá montar a equipe de trabalho da sua gestão. Afinal, ela fará toda a diferença na execução dos seus projetos. Qual a sua opinião sobre cargos em comissão?

Queremos fazer muito mais com muito menos, ou seja, menos pessoas e apresentar um trabalho mais produtivo. Nossa equipe está há meses trabalhando no nosso Plano de Governo que foi organizado partindo de sugestões colhidas junto à comunidade. Além de mim e do nosso vice, Caco Zancan, teremos a composição de nosso secretariado formado não por imposição de partidos políticos. O PSL concorre sozinho, estamos coligamos somente com o povo de Nova Prata, por isso pretendemos nomear pessoas capacitadas para cada cargo, quer em nível de secretaria, direção de escolas, chefias, etc, valorizando o funcionalismo de carreira e reduzindo o número da CCs e de FGs.

Todos esperamos pelo pós-pandemia e na recuperação de nossos municípios. Quais serão suas primeiras ações após assumir, para planejar a retomada de nossas atividades e da economia?

 Como afirmamos anteriormente, queremos, URGENTEMENTE, dotar Nova Prata de mais uma Área Industrial, objetivando qualidade de vida à população através da geração de emprego e renda e, consequentemente mais impostos ao município. Temos já dezenas de jovens empreendedores locais e de fora querendo investir no município. Como destacamos também, 2021 será um ano difícil, pois os reflexos de 2020 serão externados num futuro não muito distante, por isso que a prioridade será no atendimento às pessoas, quer através da Saúde, da Educação, da Assistência Social…

A seguir repassamos seis temas importantes sobre o município. Gostaríamos de sua opinião e projetos para as áreas

Valorização da cultura

A CULTURA sempre teve uma atenção muito grande nas demais gestões em que estive à testa do município e na próxima não será diferente, nas mais diferentes vertentes. Nosso vice-prefeito, Caco Zancan, esteve inserido nesse contexto sua vida toda através da música, dos inúmeros eventos que promoveu, dos livros que editou para terceiros ou pelo apoio que deu através das páginas do Jornal Popular.

Saúde

 

Priorizando atendimentos nos Postos de Saúde, quer através de consultas, medicamentos, exames, cirurgias. A SAÚDE sempre foi e será prioridade no nosso Governo. Fomos nós que trouxemos ao Hospital São João Batista, há mais de 23 anos, uma UTI que até hoje não está em funcionamento. Iremos atrás disso, fazendo um consórcio com os municípios da nossa microrregião, quando iremos pressionar as autoridades estaduais e federais para sua efetivação, como também, a instalação de um posto do Instituto Médico Legal (IML) em nossa cidade.

Educação

Construímos mais de 80 educandários ainda quando vários municípios da região pertenciam à Nova Prata. Vamos implantar uma Escola Cívico-Militar; reativar a Banda Marcial; valorizar a classe do Magistério; criar mais duas Escolas de Educação Infantil; vamos construir um prédio próprio e moderno à Biblioteca Municipal, com espaço multiuso; ativar laboratórios de física, ciências, robótica e computação, bem como, doaremos material escolar a todos os estudantes do município.

Saneamento Básico

Requer uma atenção das autoridades constituídas. Desde fornecimento de água, em parceria com a Corsan, para várias comunidades do interior, até a construção de uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE); queremos fazer um trabalho de canalização dos arroios Das Polacas e Toledo (em partes), como também, manutenção das galerias existentes e ampliação das mesmas em alguns pontos de alagamento.

Crescimento Habitacional

A questão HABITACIONAL já é algo crônico em nossa cidade. Somos os únicos que fizemos casas à população carente e à classe média e, com certeza, faremos novamente. Temos projetos para loteamentos populares e habitações em vários formatos que, oportunamente, apresentaremos para as centenas de pessoas interessadas em nossa cidade. Quem fez, fará!

Considerações Finais

Eu e o Caco Zancan, mais nossa equipe do PSL e apoiadores da campanha, nos propusemos a fazer um trabalho voltado a toda sociedade pratense, quer empresários da indústria, comércio, serviços, profissionais liberais, quer para as pessoas carentes, para o agricultor, o basalteiro, enfim, para todos. Estamos montando uma equipe forte, responsável e competente que sabe dos desafios que irá assumir. Agradecemos o jornal O Estafeta pela oportunidade e contamos com o apoio de todos para o 17 (PSL) NO PEITO.