Região de Caxias do Sul pode entrar em bandeira preta no Distanciamento Controlado

A região de Caxias do Sul, que engloba 49 municípios no Mapa do Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul

A região de Caxias do Sul, que engloba 49 municípios no Mapa do Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul (veja todos abaixo), corre risco de entrar em bandeira preta na próxima terça-feira (22). A alta e rápida elevação do número de casos de coronavírus nas principais cidades como Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Farroupilha, Vacaria e Garibaldi, deixa as autoridades em alerta, principalmente com o esgotamento dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo, tanto no Sistema Único de Saúde (SUS) quanto no particular. É dito e reforçado que este é o pior momento da pandemia desde as primeiras confirmações da doença na região, há pouco mais de nove meses.

Se na semana passada a Serra Gaúcha “bateu na trave” da bandeira preta com índice de 2,49 (sendo que para entrar no maior nível de restrições o dado é 2,50), a ocupação dos leitos hospitalares registradas até esta quinta-feira (17) pode fazer com que o índice serrano ultrapasse a “linha de corte” entre as bandeiras vermelha e preta.

Confira a ocupação de UTIs e os principais dados de cada cidade, conforme atualização das Secretarias Municipais da Saúde

Caxias do Sul
10 leitos de UTI livres (6 particulares e 4 SUS) – ocupação de 94%
Óbitos: 257
Casos Ativos: 1.317

Bento Gonçalves
7 leitos UTI SUS livres – ocupação de 86,7%
Óbitos: 129
Casos Ativos: 565

Farroupilha
7 leitos UTI livres – ocupação de 65%
Óbitos: 23
Casos Ativos: 260

Vacaria
30 pacientes hospitalizados com ou em suspeita de Covid-19 – o Hospital não informou a quantidade de leitos livres de UTI
Óbitos: 34
Casos Ativos: 252

Garibaldi
3 leitos UTI SUS livres – ocupação de 70%
Óbitos: 17
Casos Ativos: 111

Restrições em bandeira preta:
Na prática, as regiões assim definidas estão com capacidade hospitalar crítica e grande número de casos e internações em leitos de UTI pela doença. A bandeira preta demanda cuidados ainda mais extremos – maiores do que os já adotados na bandeira vermelha (risco alto) e nas demais, de menor gravidade.

A bandeira preta, no entanto, não estabelece um lockdown. Implantado em outros países e em alguns Estados brasileiros, o lockdown é uma medida extremamente rigorosa, no qual as pessoas precisam de autorização para sair de casa e só podem fazê-lo para tarefas muito necessárias.

A intenção da bandeira preta do modelo de Distanciamento Controlado é instituir o alerta máximo e reforçar a necessidade de cumprimento dos protocolos e das regras sanitárias.

Cidades que compõem a Região de Caxias no Distanciamento Controlado: (municípios sem registros de novas internações nos últimos 14 dias podem adotar medidas menos restritivas de circulação)

Alto Feliz
Antônio Prado
Bento Gonçalves
Boa Vista do Sul
Bom Jesus
Bom Princípio
Campestre da Serra
Canela
Carlos Barbosa
Caxias do Sul
Coronel Pilar
Cotiporã
Esmeralda
Fagundes Varela
Farroupilha
Feliz
Flores da Cunha
Garibaldi
Gramado
Guabiju
Guaporé
Ipê
Jaquirana
Linha Nova
Monte Alegre dos Campos
Monte Belo do Sul
Muitos Capões
Nova Araçá
Nova Bassano
Nova Pádua
Nova Petrópolis
Nova Prata
Nova Roma do Sul
Paraí
Picada Café
Pinhal da Serra
Pinto Bandeira
Protásio Alves
Santa Tereza
São Jorge
São José dos Ausentes
São Marcos
São Vendelino
União da Serra
Vacaria
Vale Real
Veranópolis
Vila Flores
Vista Alegre do Prata

Fonte: Leouve