Número de pacientes positivos para o coronavírus em UTIs da Serra é o menor desde fevereiro

Neste domingo (18) eram 173 pacientes, registro parecido a 25 de fevereiro quando eram 171

As taxas sobre a capacidade de atendimento do sistema de saúde na macrorregião da Serra gaúcha melhoram semanalmente e os números evidenciam isso. Em sete dias, a ocupação dos leitos de UTIs caíram de 79,7%, em 12 de julho, para 72% neste domingo (18). Ao todo são 173 pacientes positivos em tratamento crítico, um número parecido ao registrado em 25 de fevereiro, quando eram 171. Desde então, essa quantidade de positivos em vagas de alta-complexidade não havia baixado da casa de 180 internados.

Em termos de ocupação dos leitos para tratamento crítico, segundo os dados do boletim de hospitalizações da Secretaria Estadual da Saúde (SES), a variação semanal apresenta queda de 15%. Neste domingo, a maior taxa é de Bento Gonçalves com 84,4%. A menor é de Garibaldi, com 50%. Outro destaque é Vacaria, onde existem 13 pessoas em tratamento crítico, sendo seis positivos e sete suspeitos. Não há pessoas com outras comorbidades em UTI.

Em outra ponta, os leitos clínicos mantém estabilidade há 13 dias, sempre variando próximo de 200 pacientes positivos. No entanto, nesse caso a variação semanal é positiva, de 0,96% –perde apenas para a macrorregião dos Vales, que está em ascensão de 10%. Essa alta moderada condiz com o alerta feito pela Secretaria Municipal de Caxias do Sul em 13 de julho, sobre o número de pessoas buscando hospitais confirmadas ou suspeitas de terem contraído o vírus. Por enquanto, os indicativos não são alarmantes e que caracterizem uma nova tendência de alta.

Por fim, outro dado analisado pelo Governo do Estado aponta uma variação positiva, que são os novos casos confirmados de covid-19 para cada 100 mil habitantes. A taxa regional aponta uma virada de tendência, mas que ainda precisa se confirmar. Até este domingo, a média era 190 diagnósticos positivos, variação semanal de 0,7%. Só que para configurar mudança de curva é preciso que ela se mantenha em ascensão por mais dias. Por enquanto, o quadro é estável.

Acompanhe o quadro por cidades*:

Caxias do Sul
:: Ocupação em UTI: 72,5%
:: Pacientes positivos: 104
:: Ocupação em enfermaria: 29,8%
:: Pacientes positivos: 95

Bento Gonçalves
:: Ocupação em UTI: 84,4%
:: Pacientes positivos: 21
:: Ocupação em enfermaria: 47%
:: Pacientes positivos: 31

Canela
:: Ocupação em UTI: 60%
:: Pacientes positivos: 9
:: Ocupação em enfermaria: 13%
:: Pacientes positivos: 7

Farroupilha
:: Ocupação em UTI: 65,7%
:: Pacientes positivos: 16
:: Ocupação em enfermaria: 59,4%
:: Pacientes positivos: 18

Garibaldi
:: Ocupação em UTI: 50%
:: Pacientes positivos: 9
:: Ocupação em enfermaria: 60%
:: Pacientes positivos: 6

Gramado
:: Ocupação em UTI: 77,7%
:: Pacientes positivos: 8
:: Ocupação em enfermaria: 22,2%
:: Pacientes positivos: 2

Vacaria
:: Ocupação em UTI: 72,2%
:: Pacientes positivos: 6
:: Ocupação em enfermaria: 15,4%
:: Pacientes positivos: 1

*números segundo a Secretaria Estadual da Saúde, em 18 de julho.

Fonte: Pioneiro