Caminhonete é encontrada queimada na zona rural de Guaporé

Policiais do 4º Pelotão da Brigada Militar (BM) e agentes da Delegacia de Polícia (DP), de Guaporé, localizaram no sábado,

Policiais do 4º Pelotão da Brigada Militar (BM) e agentes da Delegacia de Polícia (DP), de Guaporé, localizaram no sábado, dia 23 de fevereiro, após o recebimento de ligações na Central de Operações (Telefone 190), uma caminhonete abandonada as margens de uma estrada vicinal na zona rural do município. O veículo, uma Volkswagen Saveiro, placas IGG-9835, de Caxias do Sul, estava completamente queimado, na Linha 5ª Maróstica – trecho compreendido entre o bairro São José e a captação de água da Corsan no rio Carreiro.
A informação repassada por moradores, é que um rapaz, identificado pelas iniciais M.G., desceu com a caminhonete na sexta-feira, dia 22, a noite por volta das 21h30min. Posteriormente, sem motivos aparentes, ateou fogo e retornou para a área urbana caminhando. Pessoas que passavam pela estrada visualizaram a Saveiro em chamas e acionaram o Corpo de Bombeiros Militar (CB). A guarnição, composta pelos soldados Ederson, Cleiton e Chaves, combateu o fogo com a utilização de cerca de 500 litros. Outra hipótese, que será investigada pela DP de Guaporé, é que o veículo estaria há dias estacionado no local e, por “brincadeira” de mal gosto, alguém colocou fogo durante a noite. Outras possiblidades não são descartadas, visto a Saveiro estar sem uma roda traseira e calçada por duas pedras de basalto (paralelepípedos).
Para a resolução e o entendimento do que possa ter acontecido, os policiais civis e militares, que estiveram na tarde do sábado efetuando o levantamento fotográfico e buscando detalhes do caso, solicitam a colaboração da comunidade, em especial do bairro São José. Para informações basta entrar em contato pelos telefones 197 (Polícia Civil) ou 190 (Brigada Militar). A DP de Guaporé conta com um canal para denúncias através do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp: (54) 9.8409.8348.

O proprietário
Conforme dados obtidos, o veículo, de cor verde, é de propriedade de um morador de Florianópolis/SC, identificado pelas iniciais A.O.I. O licenciamento não é pago desde 2016.

Com informações da Rádio Aurora