Caso no medianeira: casal tinha histórico de violência doméstica

O caso de violência doméstica que ocorreu nesta madrugada, na rua Santa Catarina, no bairro Medianeira, foi uma das situações

O caso de violência doméstica que ocorreu nesta madrugada, na rua Santa Catarina, no bairro Medianeira, foi uma das situações desse gênero, na qual o casal Gilberto Grando, 45 anos, e Juliana Consoladora Varela da Silva, 35 anos, se envolveram. 

O Delegado Marcelo dos Santos Ferrugem divulgou nesta manhã, que Gilberto cometeu outra tentativa de feminicídio utilizando arma branca no dia 02 de julho de 2018. Neste caso, a companheira feriu-se gravemente, mas sobreviveu. Sendo assim, Marcelo constata que o homem já possuia um histórico agressivo ligado à violência doméstica. Ele cometeu suicídio por enforcamento em lavagem de carros, na rua Alagoas, no bairro Medianeira nesta madrugada, após ter atentado contra a vida da nova companheira. Eles teriam uma relação a menos de um ano. 

Já Juliana, está envolvida em casos de violência doméstica desde 2004, de acordo com registros da Polícia Civil. Foram diversas situações com diferentes companheiros, o delegado afirma que a mulher não conseguiu sair desse círculo vicioso de tornar-se vítima. 

O casal, Juliana e Gilberto, estava junto a pouco tempo. Além disso, Ferrugem relata que foi Gilberto quem solicitou socorro à esposa e após isso, comunicou ao familiar que iria atentar contra a própria vida e levou o filho de três meses à casa de familiar. 

A ocorrência foi atendida pela Brigada Militar e encaminhada à DPPA de Bento Gonçalves. A faca foi apreendida e a investigação está sendo realizada pela Polícia Civil.