Espedito Abrahão e Os Campeiros apresentam espetáculo em Veranópolis

Com um sentimento de esperança e fé na retomada das atividades culturais depois do período de restrições impostas pela pandemia

Com um sentimento de esperança e fé na retomada das atividades culturais depois do período de restrições impostas pela pandemia de Covid-19, o músico, cantor e compositor Espedito Abrahão, fundador do grupo de música sul-brasileira Os Campeiros, está lançando a releitura de “Deus Quem Sabe”. Produzida e gravada originalmente para o CD “Um Canto Terrunho”, de 2013, e composta por Espedito e seu filho, Espedito Junior, a música traz uma reflexão sobre os percursos da vida e a garra necessária para superar dificuldades e realizar sonhos. “A canção fala das pessoas que passam pelas nossas vidas e da esperança de viver em um mundo com mais fraternidade, amor e paz, ou seja, o que precisamos hoje. Queira Deus que a mensagem dela possa tocar no coração das pessoas, evidenciando os valores da cultura gaúcha e fortalecendo laços de carinho e amizade entre as pessoas”, destaca o artista.

A canção repaginada poderá ser conferida ao vivo e a cores neste domingo, dia 19, às 19h30min, na Praça XV de Novembro, em Veranópolis; e na quinta-feira, dia 23, às 19h, em frente à Prefeitura de Paraí. As apresentações estão sendo preparadas, conforme o músico, com afeto e carinho. “Os nossos irmãos, fãs, amigos e amigas, podem esperar a maior dedicação do Espedito Abrahão e dos Campeiros, do Espaço de Dança André Ribeiro, também irmanados, nós, com Os Gaudérios. Tenham a certeza que vai ser um momento ímpar na nossa vida e também de quem vai nos assistir”, ressalta Abrahão.

As composições do grupo priorizam letras e melodias que transmitam sentimentos de paz e amor. “A gente trabalha com uma música que talvez não seja tão comercial, tenha um cunho de espiritualidade, de despertar a consciência, para as pessoas terem a visão de um futuro novo, melhor, de mais paz, amor, igualdade, fraternidade, mas a gente nunca perdeu a essência gaúcha, do tranco da vanera, do xote, do bugio, da milonga romântica e da milonga campeira também”, explica Espedito.

Além disso, ele acredita que as canções tenham um papel importante neste período de distanciamento social. “A nossa classe teve um poder muito grande, de ajudar na saúde mental das pessoas. Com certeza fez bem para tanta gente que estava com depressão, com seu coração triste e através de lives tiveram a oportunidade de conhecer seu artista preferido”, comenta, lembrando que, com a pandemia, a classe artística foi a primeiro que parou e está sendo a última a recomeçar. “A gente gosta de ter o feedback ao vivo e a cores e ficamos impossibilitados disto. Então, esta retomada está sendo muito peculiar, muito calorosa de poder rever fãs, amigos, as pessoas que gostam da tua música, poder pegar na mão do teu fã, dar aquele abraço”, descreve o músico.

Neste ano, Espedito Abrahão e Os Campeiros estão celebrando três décadas de carreira, com uma trajetória marcada por muitas apresentações em bailes, rodeios, festivais e eventos de música tradicionalista do Sul do país, além de oito discos lançados e um DVD gravado ao vivo no UCS Teatro, em 2014. “A gente faz isso com muito amor e carinho. São 30 anos de Campeiros, de lida, de vida, que eu tenho muita alegria, muitos amigos conquistados ao longo dessa trajetória, muitos quilômetros percorridos e a gente vai deixando um legado. Sempre falo que esse legado tem que ser de coisas boas, de música boa, que a gente sempre tenta fazer o melhor da gente. A expectativa de cada música que a gente faz, compõe, é que toque o coração das pessoas”, declara.

Espedito recorda que a pandemia, infelizmente, levou muitos fãs, amigos e artistas. “Claro que perdemos muitos, fica aqui o meu carinho, minha solidariedade a quem perdeu seus entes queridos e muitos a gente não vai poder ver mais, assim como também muitos artistas partiram deste plano para outro”, lembra. Porém, ele afirma que, apesar de tudo, é preciso seguir com o momento de reencontros e de retornar ao trabalho. “A retomada é muito gratificante e queira Deus que a gente possa continuar fazendo o que mais a gente gosta que é tocar, cantar e levar a nossa música através dos palcos da vida”, frisa o compositor. Mais informações sobre o artista e os trabalhos lançados podem ser acessadas pelo site espeditoeoscampeiros.com.br.