Internações por covid-19 em UTIs do RS aumentam 14% em duas semanas

Depois de cerca de dois meses de queda, o número de pacientes com diagnóstico confirmado para a covid-19 internados em UTIs

Depois de cerca de dois meses de queda, o número de pacientes com diagnóstico confirmado para a covid-19 internados em UTIs do RS tem registrado aumento nas duas últimas semanas. Entre sexta-feira (28) e este sábado (29), foram computadas 26 nova internações em leitos intensivos, e as UTIs amparam, hoje, um total de 1.785 enfermos com covid-19. 

Na comparação com o número de doentes graves registrado há duas semanas, no sábado de 15 de maio, houve um aumento de 14% nas internações. À época, havia 1.564 enfermos com coronavírus recebendo cuidados intensivos. A ocupação geral de leitos de UTI, que leva em conta pacientes com covid-19 e acometidos por demais doenças, está em 85,3%. 

Na sexta-feira (28), o Estado superou a marca que seria gatilho para a implementação da bandeira preta em todo o território gaúcho, conforme o antigo modelo de distanciamento controlado, que foi substituído pelo sistema 3As, em vigor desde 16 de maio. Ontem, a relação entre leitos livres e ocupados de UTI por pacientes com covid-19 estava em 0,31, sendo que o nível crítico que costumava ser considerado pelo governo do Estado era de 0,35. Quanto mais baixo o número, maior o risco de colapso. De acordo com o dado mais recente, divulgado neste sábado, esse indicador teve piora e está em 0,28.

Das sete macrorregiões monitoradas pelo governo do Estado, duas estão com ocupação geral de leitos de UTI acima de 100%: no Norte, há 273 leitos para 274 pacientes. Nos Vales, há 145 leitos para 146 doentes graves.

As internações por covid-19 em leitos clínicos do Estado, de média e baixa complexidade, têm apresentado crescimento ao longo das últimas três semanas. Em 8 de maio, o indicador apontava para 1.915 internados. Hoje, são 2.795 doentes com covid-19 ocupando leitos clínicos, o que representa um crescimento de 45,9% nas hospitalizações entre essas datas. Há, neste sábado, 52 indivíduos em leitos clínicos a mais do que ontem. 

De acordo com o sistema 3As, no qual o governo do RS analisa os indicadores da pandemia das 21 regiões covid do Estado e comunica às prefeituras eventuais pioras nos números, há 12 regiões que receberam alertas e precisam adotar medidas mais rígidas para combater  a transmissão do vírus. Confira quais são elas: 

  • Região de Cachoeira do Sul
  • Região de Caxias do Sul
  • Região de Cruz Alta
  • Região de Erechim
  • Região de Ijuí
  • Região de Palmeira das Missões
  • Região de Passo Fundo
  • Região de Pelotas
  • Região de Santa Maria
  • Região de Santa Rosa
  • Região de Santo Ângelo
  • Região de Uruguaiana

Fonte: GZH