E, agora?! VEC numa ‘sinuca de bico’

Está ainda confuso o cenário esportivo do Estado, especialmente na Divisão de Acesso. Na última segunda-feira dia 8, os representantes

Está ainda confuso o cenário esportivo do Estado, especialmente na Divisão de Acesso. Na última segunda-feira dia 8, os representantes de clubes participaram de uma reunião virtual para traçar os caminhos da competição, e nada ficou definido. Pelo VEC, participou o presidente Gilberto Generosi, e a proposta não agradou o pentacolor. A ideia da FGF é não realizar a Divisão de Acesso, e em seu lugar realizar uma copa regionalizada, unindo a Divisão de Acesso e a terceirona em um só campeonato. Esta proposta não agradou aos Clubes que querem terminar o campeonato deste ano. Como não houve um acordo, tudo ficou para a próxima segunda-feira dia 15. O problema da divisão deste ano é o público, não há garantia de um retorno da Divisão de Acesso com portões abertos. Também não foi definida a retirada do rebaixamento no encontro, caso siga a Série A2. Na reunião da última segunda, a proposta  da FGF foi de cancelar a atual Divisão de Acesso e partir para uma nova competição nos moldes da Copinha, mas com um diferencial, haveria a inclusão de clubes da atual Série A2 e da Terceirona Gaúcha 2020. Os cerca de 32 times seriam divididos em grupos regionais. A competição seria por adesão. Assim, não haveria rebaixamento, mas também, ninguém subiria para o Campeonato Gaúcho, permanecendo a elite com 12 clubes em 2021. O novo torneio serviria apenas para as definições das vagas na Série D e Copa do Brasil. Simplesmente  não é uma boa ideia para equipes como o VEC que investiu dinheiro e todas suas forças para disputar, e tentar subir neste ano. O pentacolor não teria interesse em disputar uma competição deficitária, e se não concluir o campeonato deste ano, não terá dinheiro para disputar no ano que vem. Meu amigo, que situação! O presidente da FGF deu mais uma semana para que os clubes pensem e encontrem um caminho. A princípio, a tendência é pelo retorno da Divisão de Acesso de onde parou, mas sem público, ou com pequena porcentagem de capacidade dos estádios, tipo 30%. Agora sim torcedor, sua participação será fundamental se isso acontecer, será você que com sua participação em todas as ações do clube poderá garantir a vida do VEC, caso contrário o Timaço do Peito corre o risco de morte, de não disputar o campeonato do ano que vem. O Veranópolis fez um planejamento para sobreviver e lutar para subir este ano. Nos dois primeiros meses da pandemia o pagamento dos jogadores veio do programa do Governo, e os dois restantes, dos cofres do próprio clube que negociou o parcelamento dos jogadores, sem romper os contratos, para que eles possam jogar o restante da competição. O VEC se programou para reiniciar o campeonato em agosto, mas agora ele poderá retomar no final de setembro, o que aumenta um mês de contrato, e assim vai fazer com que o clube corra atrás de dinheiro, pois não tem o suficiente para um mês a mais.  Complicado não é torcedor, mas vamos torcer e esperar pelo melhor. Segunda-feira, a FGF e os clubes baterão o martelo, e, para nós, só resta esperar, e depois, conforme o que for decidido ajudar o Veranópolis Esporte Clube.
Abraço, e até a semana que vem.