Três ondas de frio, geada e nada de neve: confira a previsão do tempo para agosto na Serra

Confira a previsão do tempo para agosto na Serra

Um agosto com mais jeito de inverno. Essa é a previsão dos meteorologistas para o mês que começa na próxima segunda-feira (1º) para os municípios da Serra. Depois de um julho atípico, com duas ondas de calor que fizeram os termômetros chegarem a 26ºC em Caxias do Sul, o próximo mês terá três ondas de frio, geada, chuva acima da média, mas com pouca chance para o registro de neve na região.

Segundo a meteorologista Maria Clara Sassaki, da Climatempo, além desta onda de frio neste final de semanaque marca o fim de julho e o início de agosto, o próximo mês voltará a registrar dias com temperaturas mais próximas de 0°C. Isso deve ocorrer na segunda semana, no dia 10, com risco de geada na Serra; as outras duas ocorrerão na segunda quinzena do mês.

— Agosto terá mais a cara do inverno na Serra, mas não necessariamente é aquela temperatura super baixa. Ainda deveremos ter temperaturas altas entre uma onda de frio e outra, mas, no geral, esses períodos mais frios serão mais intensos e, por isso, tem mais chance de geada do que tivemos durante o mês de julho — explica.

Entre as três ondas de frio previstas para o mês, conforme a meteorologista, haverá períodos com temperaturas mais altas, mas com menor intensidade em relação ao calor observado na região durante o mês de julho. O período foi atípico, segundo Maria Clara, porque as massas de ar polar foram bloqueadas e desviadas para o oceano, o que não deve ocorrer nas próximas semanas.

Para agosto, os bloqueios atmosféricos não serão tão prolongados, tendo períodos de quatro a cinco dias de tempo seco e quente, e períodos de três a cinco dias de frio. A temperatura média para o mês é de mínima de 9,7ºC e 19,1ºC de máxima, segundo a previsão da Climatempo.

A chance de neve na região é praticamente nula.

— A massa de ar polar precisa ter uma intensidade muito forte para ter a ocorrência de neve. Não temos visto condições favoráveis a isso até o momento — relata a meteorologista.

Em relação à chuva, a incidência deve ficar acima da média para o mês de agosto, segundo a Climatempo. A média para a Serra é de 145 mm e devem ser registrados de 150 mm a 160 mm. A razão para isso é a formação de frentes frias e aprofundamentos de áreas de baixa pressão com mais frequência.

Ainda conforme a Climatempo, as condições meteorológicas na costa gaúcha também estarão mais favoráveis para avanços de frentes frias e formação de ciclones extratropicais com mais frequência.

— Em princípio, ainda não há alertas para esses fenômenos, que é algo que se verifica mais próximo da ocorrência — afirma.

Fonte: Pioneiro